Legião: músicos admitem série de shows

41_1125-legiaourbana2g

Em meio à divulgação do site oficial da banda, os remanescentes da Legão Urbana admitem que há a possibilidade de uma série de shows tendo como banda de apoio um grupo uruguaio. O principal objetivo do site será o de estreitar os vínculos entre a obra da banda e seu público, e – lembrando que Renato Russo dizia (“A Legião Urbana são vocês!”) – os principais responsáveis pela movimentação do site serão justamente vocês, os usuários. Dentre outros objetivos, ser também a fonte oficial de comunicação da Legião Urbana. Um comunicado expedido nos últimos dias indica que vem novidade por aí.

“Em função das especulações, a gravadora EMI e as partes responsáveis pelo legado da Legião Urbana declaram que:

1) Qualquer informação sobre uma possível “volta” da banda Legião Urbana é falsa. Não existe possibilidade alguma de uma “volta” da banda Legião Urbana.

2) Por decorrência, não existe Legião Urbana sem Renato, Dado ou Bonfá.

3) A especulação de que Dado e Bonfá estariam pensando em fazer uma nova banda juntos é igualmente falsa.

4) Em relação à matéria publicada meses atrás por um grande jornal de âmbito nacional, que noticiava que Dado e Bonfá estariam avaliando (juntamente com a Família Manfredini) as possibilidades de fazer uma única e exclusiva turnê com shows em grandes cidades do país, tocando músicas do Legião com diferentes cantores convidados a cada cidade, e com uma banda suporte formada por músicos uruguaios, confirmamos que existe um processo de conversações em relação ao assunto. Mas não existe nenhuma confirmação, nem tampouco projeto fechado a este respeito.

5) Caso ocorra a possibilidade da mencionada turnê, todos os envolvidos deixam claro que não será uma volta da banda Legião Urbana e que não há possibilidade alguma de alguém substituir Renato Russo, único como pessoa e como artista.” (Do blog de Jamari França)

Ranking: dupla Re-Pa entre 18 maiores

O pesquisador Marcondes Dornelas Batista, do site Campeões de Futebol, preparou um ranking de clubes do futebol brasileiro que conta os títulos em forma de pontos – exemplos: a Libertadores vale 25 pontos, a Copa do Brasil 15 etc. O resultado aponta o São Paulo como o melhor clube do Brasil, seguido de Flamengo, Santos, Palmeiras, Cruzeiro, Grêmio, Corinthians, Inter, Vasco, Fluminense, Atlético-MG e Botafogo. O Paissandu é o 16º colocado e o Remo é o 18º. O levantamento foi feito com 200 clubes. Abaixo, os 20 primeiros do ranking:

1º São Paulo – 516 pontos
2° Flamengo – 432
3° Santos – 417
4° Palmeiras – 401
5° Cruzeiro – 378
6° Grêmio – 360
7° Corinthians – 356
8° Internacional – 332
9° Vasco – 289
10° Fluminense – 275
11° Atlético-MG – 210
12° Botafogo – 175
13° Bahia – 174
14° Sport – 169
15° Coritiba – 129

16º Paissandu – 118

17º Atlético-PR – 96

18º Remo – 94

19º Vitória (BA) – 90

20º Ceará – 83

Del Potro, uma super zebra no US Open

O argentino Juan Martín Del Potro conquistou na noite desta segunda-feira seu primeiro título de Grand Slam ao derrotar o suíço Roger Federer na disputa da final do US Open por 3 sets a 2, parciais de 6-3, 7-6, 6-4, 7-6 e 6-2, após quatro horas e seis minutos de jogo. Essa foi a primeira derrota do número 1 do mundo desde 2003. Naquela ocasião, Federer havia sido derrotado pelo também argentino David Nalbandian nas oitavas-de-final do torneio.

Contratação bicolor repercute

Meus Deus! Paissandu anuncia

técnico da Segundona da Bahia

(Do site Futebol Interior)

O Paysandu, um dos times de maior expressão no Norte do Brasil, está chegando ao fundo do poço. Eliminado precocemente do Campeonato Brasileiro da Série C, o time de Belém anunciou neste sábado que seu treinador para a próxima temporada será Nazareno Silva, que vinha atuando na Segunda Divisão da Bahia.

Sem prestígio, deixando jogadores entregues ao SUS (Sistema Único de Saúde), como o goleiro Paulo Wanzeller, funcionários sem receber salários, o Paysandu não conseguiu contratar um treinador que deixasse sua grandiosa torcida tranqüila. E, o comentário, é que os salários de Nazareno Silva serão pagos pelo empresário Alberto Maculan, ex-diretor do Atlético Paranaense.
 
Na semana passada, o presidente do Papão, Luiz Omar Pinheiro, fez contato com vários treinadores em São Paulo, como Wágner Benazzi, Jorginho (auxiliar de Muricy Ramalho do Palmeiras), Tarcísio Pugliesi, Heriberto Cunha e Paulo Comelli, mas o jeito fanfarrão do cartola de Belém, assustou os profissionais que não quiseram se aventurar em comandar o Paysandu na próxima temporada.
 
Treinador vai da segundona da Bahia
Sem opção, Luiz Omar Pinheiro acabou contratando Nazareno Costa Silva, que completará 52 anos no dia 27 de outubro e que vinha dirigindo o Bahia de Feira de Santana. Catarinense, Nazareno Silva comandou vários times de Sergipe, como Lagartense, Sergipe e Itabaiana, além do Fluminense de Feira-BA, Londrina-PR, entre outros times.
 
Em agosto, Nazareno Silva tentou acertou com equipes do Mato Grosso para a disputa da Copa MT, mas os times já estavam com treinadores acertados e a opção de Nazareno foi ir para a “Segundonda” da Bahia. Em Santa Catarina, Nazareno Silva comandou o Figueirense no tempo de vacas magras do time catarinense, além de ter dirigido Brusque, Inter de Lages, Caxias de Jovinville e Tubarão.

Globo quer calcular arrancadas

Encontra-se em fase final de testes na TV Globo um novo sistema de telemetria que mostra até quantas arrancadas cada jogador dá durante uma partida de futebol. O sistema, chamado de “optical tracking”, é uma evolução do “tira-teima”. A emissora deu uma amostra do que o sistema pode fazer na última quarta-feira, durante o jogo entre Brasil e Chile. Ao final da partida, Galvão Bueno relatou que Nilmar deu 15 arrancadas e percorreu 8,7 quilômetros durante o jogo. Segundo a Globo, o sistema monitora a movimentação de todos os jogadores, do juiz, dos auxiliares e da bola. Tudo é feito com quatro câmeras, que cobrem toda área do campo. (Da Folha de S. Paulo)

E assim caminha a humanidade

O Liverpool anunciou nesta segunda-feira que terá como patrocinador principal a partir de 2010 o banco britânico Standard Chartered, encerrando assim uma parceria de 18 anos com a Carlsberg. O contrato de patrocínio terá duração de quatro temporadas e, segundo a diretoria do clube inglês, é o acordo com valor mais alto deste tipo já assinado por um clube de futebol. A cervejaria dinamarquesa Carlsberg estampa sua marca na camisa dos Liverpool desde 1992 e acompanhou o time na conquista da Copa dos Campeões da Europa na temporada 2004/05.

A quantia que o Standard Chartered pagará para divulgar sua marca na camisa vermelha do clube de Anfield Road não foi divulgada, mas a imprensa inglesa estima algo em torno de 80 milhões de libras (aproximadamente R$ 242 milhões).

Mundico enfrenta Cristal, de novo

A CBF confirmou datas e horários dos confrontos das quartas-de-final do Brasileiro da Série D. Todos os jogos de ida serão neste domingo às 17h, e as partidas de volta acontecem no domingo da semana seguinte, dia 20, também às 17h. Os oito times classificados se enfrentam no sistema mata-mata em jogos de ida e volta e com gol fora qualificado. Quem passar desta fase já garante o acesso à Série C. Os confrontos são: Chapecoense x Araguaia; Macaé x Tupi; São Raimundo x Cristal e Alecrim x Uberaba. Por terem melhor campanha, Chapecoense, Macaé, Uberaba e São Raimundo terão a vantagem de fazer a segunda partida em casa. 

Os cruzamentos das semifinais também já estão definidos. Quem passar do confronto entre Chapecoense x Araguaia enfrenta o ganhador de Macaé x Tupi, enquanto o vencedor de Cristal e São Raimundo pega o vencedor de Uberaba x Alecrim. 

Do jeito que tem se comportado – e com a sorte que vem tendo -, arrisco dizer que o Mundico vai disputar o título da Série D, com boas possibilidades. 

Remo vence amistoso em Anajás

Em seu 11º amistoso na era Sinomar Naves, o Clube do Remo derrotou a seleção de Anajás por 2 a 0, na tarde desta segunda-feira. Num gramado bastante encharcado devido às fortes chuvas, a equipe azulina só chegou à vitória somente no segundo tempo, através do lateral direito Levy, que marcou aos 5’ e 32’ minutos. Em 11 amistosos realizados até agora, o Remo conquistou 6 vitórias e 5 empates. Marcou 22 gols e sofreu 9. (Com informações da Rádio Clube)

Barrichello alfineta o alemão

Vencedor três vezes do Grande Prêmio da Itália, Rubens Barrichello foi acompanhado de perto por Michael Schumacher neste domingo. Talvez por isso o brasileiro não tenha conseguido esquecer o alemão e voltou a falar sobre a falta de igualdade que marcou a passagem de ambos pela Ferrari, considerando que apenas agora, na Brawn GP, está em uma disputa realmente “leal”. Destaque de capa da edição desta segunda-feira do jornal italiano La Gazzetta dello Sport, que estampou “Vence a Ferrari de ontem”, Rubinho resolveu exatamente recordar aqueles tempos quando conversou com a imprensa desse país.

“Agora posso mostrar por inteiro o quanto valho, pois com Button o desafio é leal. Já com Schumacher…”, deixou no ar, citando o atual conselheiro da escuderia, que esteve presente em Monza para acompanhar a estreia de Giancarlo Fisichella.

Já em paz com Ross Brawn após especular que a equipe tivesse favorecido o piloto inglês na última corrida de Barcelona, na qual parou nos boxes uma vez a mais que o companheiro, Barrichello não se despediu sem antes dar outra ‘cutucada’ no heptacampeão mundial. “Se colocam a mim e a ele em uma jaula com tigres, eu saio vivo com certeza”, cravou o veterano, argumentando que não deixou a Ferrari antes de 2005 porque tinha “o melhor carro existente”.

Com 14 pontos de desvantagem para Button e a quatro etapas do fim da atual temporada da Fórmula 1, o paulista já foi liberado por Brawn para disputar o título mundial. “Eles (os parceiros) são velhos o bastante para lidar com isso, e simplesmente os deixaremos irem embora”, afirmou o dirigente, coincidentemente um daqueles acusados por Rubinho de beneficiar Schumacher quando ambos corriam pela Ferrari. 

O problema do Ás da Mooca é justamente esse eterno ressentimento com Schumacher, como se o alemão tivesse culpa de ser muito superior tecnicamente.

Piquet garante que Alonso sabia de tudo

alonso

Único beneficiado com o acidente de Nelsinho Piquet no GP de Cingapura de 2008, Fernando Alonso insiste em negar que soubesse da maracutaia armada em reunião do ex-companheiro com Flavio Briatore e Pat Symonds, chefe e diretor técnico da Renault, respectivamente. Nesse encontro, ficou definido que o brasileiro bateria seu carro entre as voltas 13 e 14, na curva 17, para que o espanhol, que largara em 16º e fizera sua parada para reabastecimento antes do fato deliberado.

Mas a inocência de Alonso começa a ser contestada. Nelson Piquet, pai de Nelsinho, afirma que Alonso “sabia de tudo”, revelou o diário catalão “Sport”. “Alonso não pode ser ignorado. Se era o décimo quinto no grid de um circuito de rua, não tem sentido sair com pouca gasolina. No máximo, pode passar três carros. Depois para e fica em último. É uma estratégia sem sentido”, explicou o tricampeão da Fórmula 1 aos comissários da FIA que investigam o caso.

A equipe francesa adiou sua defesa, que deveria ser entregue na quarta-feira. Chefão da Fórmula 1, Bernie Ecclestone garante que o pai de Nelsinho continuará no ataque, principalmente para acabar com o chefe da Renault. “Nelson me disse que fará todo o possível para destruir Briatore”, disse Ecclestone, que conhece Nelsão muito bem – foi na equipe Brabham, de Ecclestone, que Piquet ganhou seus dois primeiros títulos mundiais de F-1. (Com informações da ESPN)

Este é o Nelsão que a gente conhece. No ataque, até o fim. E estava na hora de alguém acabar com a farsa do falso malandro espanhol.