Hamilton faz a pole em Monza

lewis

Lewis Hamilton, da McLaren, cravou a pole para o GP da Itália de Fórmula 1, em Monza. Com 18 pontos conquistados nas últimas três etapas, Hamilton ratificou a boa fase ao conquistar sua segunda pole no ano. Adrian Sutil, da Force India, é o segundo no grid. A equipe, considerada a pior da F-1, havia cravado a pole na última corrida, na Bélgica, com o italiano Giancarlo Fisichella. Agora aparece em segundo no grid com Sutil, de maneira surpreendente.

Fisichella, agora na Ferrari como substituto de Felipe Massa, larga só em 14º. Já o finlandês Kimi Raikkonen, com a outra Ferrari, é o terceiro no grid, atrás de Hamilton e Sutil e logo à frente de seu compatriota Heikki Kovalainen, da McLaren. Na briga pelo título, Rubens Barrichello, da Brawn, ocupa a quinta posição no grid. O líder do campeonato e seu companheiro de equipe, Jenson Button, vem logo atrás, em sexto.

Air Jordan no Hall da Fama

jordan

O ex-jogador Michael Jordan, considerado por muitos o melhor jogador de basquete de todos os tempos, ganhou finalmente seu espaço no Hall da Fama do Basquete, nos Estados Unidos. A cerimônia foi nesta sexta-feira. Jordan ingressou na lista de homenageados ao lado dos ex-jogadores David Robinson e John Stockton, além dos técnicos Jerry Sloan e C. Vivian Stringer.

Centro das atenções, o craque fez questão de dividir a honraria com seus companheiros. “Ao contrário do que vocês acreditam, não sou só eu que estou indo para o Hall da Fama”, disse Jordan, que liderou o Chicago Bulls à seis títulos da NBA, em coletiva de imprensa. “É um grupo de (jogadores) e estou orgulhoso de ser parte deles e, acredite, me lembrarei deles tanto quanto eles se lembram de mim”.

Perguntado sobre seu feito mais especial no basquete, Jordan disse: “É tão difícil. É como perguntar ‘quais dos seus filhos é o melhor filho?'”. “Tive tantas conquistas excelentes, tantas jogadas espetaculares, grandes jogos, cestas que ganharam partidas. É difícil escolher um”.

Dicas a um jovem escriba, com carinho

Por Xico Sá

Com ou sem diploma, livros que valem por um curso completo para um jornalista-escritor:

* “A Alma Encantadora das Ruas” – João do Rio

* “Um Bom Par De Sapatos e um Caderno de Anotações / Como Fazer uma Reportagem” – de  Anton Tchekhov

* “Balas de Estalo” – reunião de crônicas políticas e de costumes de Machado de Assis

* “Dez Dias que Abalaram o Mundo” – John Reed

* “Paris É uma Festa” – E. Hemingway

* “Na Pior em Paris e Londres” – George Orwell

* “O Segredo de Joe Gould”, de Joseph Mitchell (aula genial de como fazer um perfil de um puta personagem praticamente anônimo)

* Tudo de Nelson Rodrigues, claro

* “Malagueta, Perus e Bacanaço” – João Antônio

* “Vidas Secas” e “Angústia” – Graciliano Ramos

* “Bartleby, O Escriturário” – de Herman Melville

* “A Milésima Segunda Noite da Av. Paulista” – Joel Silveira

* “Dicas Úteis para uma Vida Fútil, um Manual para a Maldita Raça Humana” – Mark Twain

* “O Perigo da Hora, o Século XX nas páginas do The Nation” (textos de Kurt Vonnnegut, H.L. Mencken, Gore Vidal, John dos Passos entre outros bambas) – tem uma tradução brasileira da editora Scritta

* “O Livro dos Insultos” – H. L. Menken

* “Etiqueta Moderna, Finas Maneiras para Gente Grossa” – P.J. O’Rourke

* “Modesta Proposta para Acabar com a Fome na Irlanda” (também traduzido no Brasil como “Modesta Proposta para Fazer das Crianças Pobres Churrasco”) – Jonathan Swift

* “Autobiografia de Todo Mundo” – Gertrude Stein

Modestamente, acrescentaria à lista o obrigatório “A Sangue Frio”, de Truman Capote.

O boxe (de novo) sob ataque

Recomendação da 35ª Assembléia Médica Mundial (Veneza-Itália, out./1983) e revisada pela 170ª Sessão do Conselho (Divonne-les-Bains-França, maio/2005):

O boxe é um esporte perigoso. Contrariamente à maioria dos outros esportes, ele tem por principal objetivo causar danos corporais ao adversário. O boxe pode provocar a morte e pode causar lesões cerebrais crônicas. Esta é a razão pela qual a Associação Médica Mundial recomenda que a prática do boxe seja proibida.

Paissandu apresenta novo técnico

Nazareno Silva, ex-treinador do Fluminense de Feira de Santana (BA), é o novo técnico do Paissandu. Ele foi apresentado, na tarde deste sábado, no estádio da Curuzu. Ao mesmo tempo, a diretoria apresentou o futuro gerente de futebol, Alberto Maculan, que trabalhou no Atlético-PR. Maculan indicou Nazareno e vai assumir o futebol alviceleste a partir de janeiro de 2010. O novo comandante já treinou o Brusque (SC) e foi terceiro colocado no campeonato baiano, dirigindo o Fluminense de Feira. O Paissandu retorna às atividades do futebol profissional já nesta segunda-feira.

Golpista na área

Por Franssinete Florenzano

Amanhã fará dois meses que Juvêncio Dias de Arruda Câmara, o nosso querido Juca, do blog 5ª Emenda, se foi. Pois sua família acaba de receber outro duro golpe. Desta vez, um golpe torpe, criminoso, praticado por um ser desprovido de escrúpulos, que se faz passar, apresentando procuração falsa junto ao Igeprev e outros órgãos do Estado, por sobrinho da viúva de Juca, Marise Morbach, para receber a pensão e demais benefícios legais a que tem direito, uma vez que ele era funcionário público estadual do Pará. O blog da Franssinete denuncia a fraude, torna o caso público e notório desde já e pede providências urgentes à Polícia e à Administração Pública.

Pantera pronto para encarar Cristal

Hélcio e Deo Curuçá são os atacantes escalados pelo técnico Lúcio Santarém, do S. Raimundo, para o jogo deste domingo, em Macapá, contra o Cristal (AP), valendo pela Série D. A dúvida maior persiste no meio-campo, onde Ciro e Amaral disputam posição. Na zaga, desfalcada com a súbita deserção de Magrão, a dupla de beques deve ser Adailson e Preto Marabá.