Ícone do site Blog do Gerson Nogueira

Brasil campeão, de virada

765a2b38-b71e-3e8a-be39-150d48b4a334

De maneira sofrida, a Seleção Brasileira conquistou neste domingo o tricampeonato da Copa das Confederações. Depois de sair perdendo por 2 a 0, o time dirigido por Dunga virou e derrotou os Estados Unidos por 3 a 2, no Estádio Ellis Park, em Joanesburgo (África do Sul).

Com o resultado, o Brasil isolou-se como maior vencedor da história do torneio, que começou a ser disputado em 1992, superando a França, que tem dois troféus. A seleção verde-amarela foi campeã em 1997, ao bater a Austrália por 6 a 0, e repetiu a conquista em 2005, com goleada por 4 a 1 sobre a Argentina.

O grande herói do título foi o centroavante Luís Fabiano. Mesmo vindo de uma forte gripe, ele deu início à reação brasileira neste domingo e marcou os dois primeiros gols, terminando a competição com cinco, como havia prometido. O terceiro gol, que valeu o título, foi do zagueiro Lúcio.

Com o triunfo sobre os norte-americanos, o Brasil completa oito vitórias consecutivas. Essa série começou diante do Peru, no dia 1º de abril, pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo. Depois disso, o time de Dunga goleou o Uruguai, no Estádio Centenário, e bateu o Paraguai, em Recife.

Na África do Sul, o Brasil deu início à campanha 100% diante do Egito, em um sofrido triunfo por 4 a 3 sobre o Egito. Ainda na primeira fase, a seleção verde-amarela derrotou os Estados Unidos por 3 a 0 e repetiu o placar contra a Itália. Para chegar à decisão, o Brasil também havia passado sufoco nas semifinais. Diante da África do Sul, a equipe parou na forte defesa montada por Joel Santana e só marcou o gol da vitória por 1 a 0 aos 42 minutos do segundo tempo, em uma cobrança de falta de Daniel Alves. (Com informações da ESPN Brasil)

Sair da versão mobile