Supermaiôs vetados na natação

Os polêmicos maiôs X-Glide e Jaked 01, utilizados recentemente em várias quebras de recordes mundiais, foram reprovados pela Fina (Federação internacional de Natação) nesta terça-feira ao término de uma reunião de dois dias em Lausanne, na Suíça.

O X-Glide, da Arena, foi desenvolvido pelo brasileiro César Cielo e pelo francês Alain Bernard, campeões olímpicos dos 50 m e dos 100 m livre, repectivamente. Já com o novo maiô, Bernard bateu o recorde mundial de sua especialidade (46s94).

Recentemente, o brasileiro Felipe França, que usou o Jaked 01, se tornou o homem mais veloz da história nos 50 m peito. Ele marcou 26s89 no Troféu Maria Lenk, no Rio de Janeiro, superando a marca de 27s06 do sul-africano Cameron van der Burgh.

A Fina não especificou se a reprovação destes maiôs, feitos inteiramente com poliuretano, acarreta a invalidação dos recordes estabelecidos com os trajes.

A Fina analisou no total 348 maiôs: 202, entre eles o Jaked J03, foram aprovados até o dia 31 de dezembro, e 10 foram reprovados. Além disso, 136 modelos terão que ser modificados até o dia 19 de junho para conseguir o aval da entidade.

Deixe uma resposta